Casos clínicos

OCTUBRE 2020

Sinal do Tubo. Trajeto anómalo da artéria circunflexa

Caso enviado pelos Dres M E Sánchez y Víctor Darú. Cardiodiagnóstico Investigaciones Médicas Buenos Aires. (Tradução ao português pelo Dr. Oscar Sanchez Osella).
Paciente de 58 anos, em avaliação por estenose aórtica severa sintomática com dispneia classe funcional II. Comenta-se os achados no estudo ecocardiográfico relacionados com a anatomia coronariana.

Idiomas disponibles

Corte modificado de 4 câmaras, onde se observa uma estrutura que atravessa a línea média, com bordas refringentes, sugerindo origem vascular. Conhece-se como RAC (retroaortic anomalus coronary)

 

Corte com zoom mostrando o trajeto retro aórtico do vaso. Também denominado “sinal do tubo”

 

Eixo curto aórtico a nível dos vértices das comissuras. Observa-se calcificação aórtica (Gradiente pico 72 mmHg, médio 47 mmHg, área por equação de continuidade 0.8 cm², índice adimensional 0.18)

 

Observa-se corte transversal da artéria circunflexa e sua relação com o anel fibroso mitro-aórtico

 

A zeta assinala a luz da circunflexa. É a imagem típica no corte médio esofágico a 120°

 

A sombra acústica gerada pela calcificação aórtica impede observar a origem da artéria circunflexa no seio coronário direito. Pôde observar-se por trás do seio não coronário entre a hora 10 e 12 bem como na imagem da direita, por trás do seio coronário na hora 1

 

Com mínimos giros da sonda esofágica intenta-se acompanhar o percurso da Circunflexa, com relação à região anterior do anel valvar mitral.

 

Observa-se fluxo da Circunflexa no percurso retro aórtico.

 

Em batidas sucessivas, no percurso retro aórtico é seguido

 

Utilizando-se frame rate elevado de 166 quadros por segundo, foi possível obter um detalhe preciso do vaso

 

Fluxo da Circunflexa por trás do seio não coronário.

 

Observa-se a chegada do percurso anómalo, diferente da posição habitual com relação ao apêndice atrial esquerdo.

 

Cortes 3D (Bird) do percurso retro aórtico.

 

Cortes 3D (Bird) do percurso retro aórtico.

 

Comentârio:
As anomalias das artérias coronárias apresentam uma amplia variabilidade. Desde alterações não significativas, sem repercussão clínica, até condições que implicam risco, como as inter arteriais. Pode haver anomalias na origem, no trajeto e na terminação.
No presente caso, o percurso retro aórtico pode corresponder à artéria circunflexa, ou muito raramente ao tronco da coronária esquerda. Quando isto ocorre, o vaso pode originar-se da coronária direita ou diretamente do seio coronário direito. A artéria queda posicionada por trás da aorta, entre o seio não-coronário e o septo interatrial. Habitualmente não se gera isquemia. Deve levar-se em consideração no caso do implante de prótese valvar aórtica.

Leituras sugeridas:
Shriki JE, Shinbane JS, Rashid MA, Hindoyan A, Withey JG, De France A, Cunningham M, Oliveira GR, Warren BH, Wilcox A. Identifying, characterizing, and classifying congenital anomalies of the coronary arteries. Radiographics. 2012 Mar-Apr;32(2):453-68.
Burgos M; Olivera C. Imagen multimodalidad en el diagnóstico del origen anómalo de las arterias coronarias RETIC 2017; 7: 23-25
Anomalías de arterias coronarias. Evaluación por angiotomografía cardíaca multidetector y otras técnicas de imagen cardíaca. Hernández-Hernández J M, Guzmán-Ramírez D, Enriquez-Rodríguez R RETIC 2017; 5: 13-21

 

 Comentar
OPINIONES



 No hay opiniones para el caso seleccionado.


Membresía SISIAC

Continúa la Suscripción de socios SISIAC en sus 2 categorías. Es importante actualizarse como miembro pago para adquirir los beneficios de estar asociado.

Beneficios - Membresía Fellow

Agradecemos el apoyo de